logo aws
Imagem: logo AWS adaptado

Por que eu escolhi a AWS como servidor de hospedagem?

22 de maio de 2018

Para quem não sabe:

Servidor de hospedagem: é a casa on-line dos sites e aplicações que estão disponíveis na internet.



Eu poderia ter escolhido servidores mais fáceis, de só arrastar e soltar, já que meu objetivo era só colocar meu site no ar.

Mas eu não gosto de coisas fáceis, gosto de complicar rsrs

Tenho como formação engenharia da computação, e eu sempre amei muito tecnologia então eu já fiz curso de tudo quanto é coisa da área, porque eu não gosto de depender de ninguém pra arrumar meu computador quando der falha, nem de técnico para arrumar o roteador e a internet.

Como já contei antes, no dia que soube que seria demitida, eu falei em todas minhas redes sociais que contando daquele dia, em 30 dias eu teria novidades, e a novidade seria me lançar como desenvolvedora web freelancer, porém para fazer isso eu teria que ter meu próprio site e então me desafiei a desenvolver meu site do zero e colocá-lo no ar, mesmo nunca tendo feito um site sozinha e muito menos colocado no ar, e detalhe tive que parar meu TCC, onde faltava 2 meses para entregar haha loucura total

O legal foi que tinha tido uma computação em nuvem na facul, onde o professor passou nomes de diversos serviços de hospedagens e cada grupo teve que apresentar um. Eu escolhi a AWS por puro a caso para meu grupo, e nas apresentações dos meus colegas, vi que tinha escolhido uma das melhores.


Atenção! Não espere que esse artigo tenha detalhes técnicos, estarei contando somente minha experiência com a AWS


Primeiro o que é a AWS?

Amazon Web Service: oferece serviços de hospedagem de sites, aplicações empresariais, armazenamento de dados, backup, etc ,ou seja, toda a infraestrutura que você tem na sua empresa na nuvem (internet).

Disponibilidade

O que seria disponibilidade? É o ato de estar disponível, ela possui 55 zonas de disponibilidade em 18 regiões geográficas e uma região local em todo mundo, ou seja, em praticamente todo o mundo tem um ponto da AWS, assim ela garante que seu site, sua aplicação esteja 99,9% disponível, se um ponto fica indisponível outro ponto pode segurar sua aplicação, então é bem confiável.

Preço

Acho que é a principal vantagem que me fez escolher a AWS, você paga somente o que consome além de ter 12 meses de plano gratuito para testar, sim é um plano básico, porém para mim valeu e vale muito a pena, e quando eu precisar de um plano mais completo é muito fácil trocar.

Eu falei, nossa que legal não vou pagar durante 1 ano, porém eu fiz a merda de contratar o plano de desenvolvedor, porque falei sou desenvolvedora quero mais funcionalidades.

Então meu primeiro mês veio uma conta meio que assustadora, porque os 12 meses só estão inclusos no plano básico.

Vi que não precisava do plano de desenvolvedor e voltei ao básico, porém perdi a chance de conseguir os 12 meses gratuitos porque havia contratado o plano pago primeiro. Não fazia ideia do que ia pagar no mês seguinte, para minha surpresa a conta veio com o valor 3 vezes menor.

O valor estava parecido com os serviços de hospedagens do Brasil, foi então que vi que tinha colocado arquivos a mais nas pastas do servidor, então organizei meus arquivos e no mês seguinte paguei 50% a menos que o mês anterior ;D

E até hoje pago um valor muito baixo e esse é o principal motivo de eu continuar com a AWS e não querer mudar de jeito nenhum.

Tutoriais

Existem muitos tutoriais em português, que vão te ajudar a fazer o básico.

Inglês

Pensei que só os tutoriais iriam me ajudar, porém tive que ler muita documentação e falar com o atendimento, ambos em inglês.

No começo falei: ok, assim você melhora seu inglês, posso te dizer que quando comecei a configurar meu site eu quis me matar por ter feito essa escolha terrível, eu falei menina você é louca? Você podia ter escolhido um serviço brasileiro, seria muito mais fácil para tirar as dúvidas e configurar tudo.

Mas depois de muito estudo nas documentações, tirando dúvidas no chat eu finalmente aprendi a configurar o servidor tanto no S3 que é para sites estáticos, quanto no EC2 que uso, pois meu site consome PHP para vocês me enviarem e-mail pelo formulário do fale comigo.

E foi uma experiência muito bacana, apesar de ter chorado algumas vezes, eu me forcei a melhorar o inglês e a configurar servidores, e hoje vejo que foi uma ótima opção, meu nível de leitura aumentou e minha força de vontade e dedicação para fazer as coisas acontecerem só cresceram.

Vagas de Front-End

Hoje eu vejo algumas vagas de Front-End, pedindo ou vendo como diferencial saber mexer no servidor da AWS e fico muito orgulhosa de já ter essa habilidade, mas só algumas vagas pedem, não é uma coisa obrigatória para um Eront-End.


Não sou especialista em servidores e nem é meu foco, mas para mim foi um grande aprendizado, pois para um desenvolvedor poder ter controle total das suas aplicações além do código, não sei para você, mas para mim é muito gratificante, cada dia mais posso deixar meus sites melhores.

E hoje na segunda versão do meu site já sei mais truques para otimizar o consumo do site e outros detalhes, como tirar o .HTML das URLs como expliquei nesse artigo

...

E é isso, e você já usou os servidores da AWS? Gosta deles? Tem mais dicas do porque usar ele? Conhece outros servidores bacanas?

Me fala nos comentários ;)

Compartilhe

Publicado por:

Daniela Duarte de blusa rosa

Daniela Duarte

Desenvolvedora Front-End, engenheira da computação e técnica em informática por formação, apaixonada por tecnologia e design desde que se conhece por gente, cria sites, produz conteúdo, ama programar, desenhar, comer, chocolates, beber, ouvir música, cantar, dançar, passear, nadar, viajar, olhar o céu, ver filmes e animes, ler bons livros e um monte de coisa.

Linkedin Facebook Instagram